Wednesday, March 18, 2009

Compreendendo o projeto Eterno de Deus

Qual o grande projeto de Deus?
R: O grande projeto de Deus é formar para si uma família. Uma família onde Ele é o Pai e nós somos seus filhos amados.

Êxodo 4:22 – “Depois diga ao faraó que assim diz o Senhor: Israel é o meu primeiro filho”
Isaías 43:2-5 – “Quando você atravessar as águas, eu estarei com você; quando atravessar os rios, eles não o encobrirão. Quando você andar através do fogo, não se queimará ...”
Isaías 49:15-16 – Haverá uma mãe que possa esquecer seu bebê que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou: Embora ela possa esquecê-lo, eu não me esquecerei de você!”

Nós, seres humanos desde o início tratamos este plano com desdém, preferindo seguir nossos próprios caminhos, independente de Deus.

Deus então tentou formar uma família através de Abraão e do povo de Israel, mas novamente seu anseio não foi correspondido. O povo Judeu tornou-se um povo egoísta e deu as costas para Deus, esquecendo do seu propósito e transformando tudo em desgraça. Em Oséias 4 o profeta exorta os Israelitas falando que o amor a fidelidade e o conhecimento de Deus desapareceram de Israel.

O pecado é um punho cerrado na direção de Deus, é o estado de afastamento eterno que criamos ao darmos as costas para Deus. É o estado de morte que nos caracteriza por rejeitar aquele que é fonte de vida.

Mas o Senhor, nosso Pai, nos impressiona com sua maravilhosa Insistência em investir em nós. E fruto desta insistência vem Jesus, a solução de Deus para restauração da História.

Jesus veio com um propósito de restaurar a história, levando novamente o homem ao propósito original de sua existência. Aqueles que o receberam, que creram nele, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus.

Deus não está em busca de abelhas para trabalhar na colméia, nem de braços para trabalhar na seara. Deus quer filhos não escravos. Deus busca filhos e filhas com os quais Ele possa estabelecer relacionamentos profundos, que o amem por quem Ele é, e que desejam voluntariamente fazer parte desta família gloriosa.

Na história da mulher Samaritana, após os acontecimentos a cerca do posso de Jacó, Jesus havia andado cerca de 70 quilômetros e já era cerca de 2 da tarde, os discípulos voltando da cidade insistem que Jesus se alimente, mas ele está tão empolgado com o acontecido que ele fala aos discípulos:
João 4:32 – “Tenho algo para comer que vocês não conhecem”
João 4:34 – “A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou para concluir a Obra”

Qual é a tua obra?

Você está concluindo a obra do Pai?

Jesus veio para:

  • Destruir as obras do Diabo (1 João 3:8)
  • Servir e dar a sua vida em resgate dos Homens (Marcos 10:45)
  • Gerar vida eterna nos homens(João 10:10)


Jesus veio para implementar um projeto, mas para isto, para viabilizar este projeto Ele precisa de pessoas. Deus procura vida que se disponha a ser instrumentos em suas mãos “para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para sua maravilhosa luz”(1 Pedro 2:9).

A pior doença do homem do século XX e XXI chama-se apatia. A maior maldição que sobreveio sobre o cristianismo, foi tornar-se uma opção morna. Transformamos o cristianismo em uma opção que a Bíblia nunca quis que fosse.

Parece que hoje estamos mordendo a gengirva. Sem euforia, nem militância, nem paixão. Falta a vibração por Jesus, pela sua causa. Precisamos ser movidos pela mesma paixão que impulsionava Cristo. “Pela mesma paixão que nos impulsiona em um jogo de futebol”

Porque não temos o mesmo brilho que uma militância por exemplo que luta pelo ecossistema, que pega um bote de borracha assim como o greenpeace e vai para o oceano interceptar um submarino nuclear?

Não estou falando que devemos ser rebeldes em momento algum.

Nós igrejas formos chamados para um propósito e certamente não foi para esquentar estes bancos.

Abra teu coração e você vai ouvir Deus falar: “Eu preciso de você”. (Jeremias 4:1a) - SE voltares, ó Israel, diz o SENHOR, volta para mim.

DEUS PROCURA HOMENS E MULHERES COMO VERDADEIROS ARTESÃOS, QUE NÃO MEÇAM ESFORÇOS PARA TECER EM PARCERIA COM ELE UMA NOVA REALIDADE, UMA NOVA HISTÓRIA, UMA FAMÍLIA QUE FAÇA A DIFERENÇA.


Texto escrito com base no Livro “Artesãos de uma nova História” Ricardo Gondin.

1 comment:

Sapão said...

Cleyton, grande texto, muito bom mesmo

As palavras que posso destacar são "propósito", "plenitude" e "filhos".

Propósito porque nós temos um vazio que só é completo com Jesus. Se cada pessoa perceber a si mesma, verá que tenta fazer o bem e não consegue e a morte é o fim da linha que não responde coerentemente à pergunta "pra que eu nasci?". Todo ser humano só se satisfaz com seu Criador, consultando o "manual" que é a Bíblia

"Plenitude" porque sem Jesus somos vazios e pó, é Ele quem nos dirige e quem nos livra de nós mesmos. Isso mesmo, precisamos nos livrar de nós mesmos pois nossa natureza é errante

"Filhos" porque é isso que nos tornamos ao aceitar Jesus. Olha que show alguém imortal se preocupar com meros mortais como nós. Porém o filho também é servo e obedece ao Pai

Sapão